Jovem sendo contratado

Veja como os jovens podem contribuir para melhorar os resultados do seu negócio

A inserção dos jovens no mercado de trabalho sempre foi vista como algo desafiador. Afinal, devido às suas novas ideias e vontade de mudar o mundo, muitas vezes são vistos como rebeldes sem causa.

No entanto, sabemos que eles têm muito a contribuir para as empresas. Segundo pesquisa da consultoria Deloitte, no ano de 2020 tivemos 75% do mundo do trabalho composto pelas gerações Y e Z.

Isto significa uma nova força de trabalho que pode transformar ainda mais a forma como fazemos negócio, prezando pela consciência em todos seus âmbitos, sem esquecer que, financeiramente, os lucros podem levar a ainda mais impacto.

Saiba, no artigo de hoje, mais sobre como esta nova força de trabalho pode contribuir para as empresas!

 

Conflito de gerações no mercado de trabalho

Sabemos que a nova geração que está entrando no mercado, a chamada geração Z, possui um perfil comportamental muito diferente em relação a geração que já está empregada.

Isso se deve ao fato dessa geração ter nascido em meio ao boom tecnológico, o que causou grandes mudanças na sua maneira de agir e pensar. Um exemplo é a agilidade.

Esta geração preza por uma maior agilidade nos processos, tem aversão a alta burocracia e excesso de reuniões – que convenhamos, muitas delas poderiam ser resolvidas com um e-mail – além de serem extremamente proativas.

Muitas vezes, essa característica pode ser malvista pelos funcionários mais experientes, já que eles estão habituados a uma rotina mais morosa e burocrática.

 

5 principais benefícios de contratar jovens talentos

Contar com novos talentos traz muitos benefícios para as empresas. Separamos alguns dos principais e vamos explicá-los em detalhes a seguir.

1. Novas perspectivas

Ao contratar um jovem talento, a sua empresa pode aproveitar para adquirir uma nova perspectiva sobre os seus processos e a maneira de se posicionar no mercado. Ainda, muitos deles estão ansiosos para conseguir uma oportunidade para aplicar suas habilidades e ser visto como um recurso valioso.

Esta ansiedade é ótima para a formação de equipes, produtividade e moral no local de trabalho. Funcionários mais jovens também lhe darão uma vantagem se você quiser atingir o mercado da geração Y, pois eles entendem como alcançar e se comunicar com seus colegas.

2. Desenvolvimento da força de trabalho

Os jovens estão acostumados a aprender. Se acabaram de sair da escola ou do ensino superior, ainda assim manterão uma mentalidade que os ajudará a absorver o treinamento mais prontamente. Como não têm muita experiência anterior, os jovens são essencialmente uma ‘tela em branco.

Isso proporciona à sua empresa a oportunidade de desenvolver uma força de trabalho de jovens especificamente treinados para atender às necessidades e cultura de sua organização e devidamente engajada com a cultura do negócio.

3. Maior afinidade com as novas tecnologias

Como falamos anteriormente, os jovens nasceram em meio aos avanços tecnológicos e possuem uma maior afinidade com elas quando comparamos as gerações anteriores.

Logo, eles têm uma maior capacidade de aplicar e compreender diferentes tecnologias rapidamente, diferenciando-os das outras gerações na força de trabalho. A contratação de jovens tem um impacto positivo e importante para impulsionar os negócios na adoção e uso de novos softwares e tecnologias.

4. Adaptabilidade e agilidade

Quando surgem circunstâncias inesperadas, os jovens estão mais bem equipados para reagir a mudanças repentinas. Isso pode ser de grande benefício no cenário mutante dos locais de trabalho modernos, onde processos, tecnologia e prioridades estão em constante mudança. Com as fronteiras econômicas, sociais e políticas em um estado de fluxo, a adaptabilidade dá aos jovens uma vantagem em um ambiente de trabalho que é mais ágil, mutável e acelerado do que nunca.

5. Aumento nas classificações de cidadania corporativa

Apoiar os jovens para que tenham um treinamento significativo mostra seu apoio aos direitos da criança e pode refletir em um melhor desempenho nas classificações de Sustentabilidade e Responsabilidade Social Corporativa. Dos Direitos das Crianças e Princípios Empresariais (CRBP),  oferecer trabalho decente para jovens trabalhadores pode ser vinculado à Prática de Responsabilidade Empresarial nº 3, destacando sua boa cidadania corporativa.

Acreditar na importância da juventude e criar uma série de ações concretas para impactar essa parcela da população é peça fundamental para a expansão de negócios, do mercado de trabalho em geral e do desenvolvimento econômico do país.

Como você pode perceber, as empresas precisam se adaptar às novas gerações e buscar maneiras de atenuar as diferenças no ambiente corporativo, promovendo a integração de todas elas. Para isso, ter o apoio da tecnologia na gestão de pessoas é fundamental.

Ficou interessado em aprimorar a sua gestão? Entre em contato com um de nossos especialistas e veja como nós, da PD Sistemas, podemos te ajudar!

 
Veja outros conteúdos